Esta é para quem recebe críticas ao comprar vinho, pois está desperdiçando dinheiro:

De acordo com o último “Índice de Investimento de Luxo”, da consultoria Knight Frank, os preços dos vinhos finos aumentaram 9% em 2018 e superaram o desempenho de relógios, carros, móveis, diamantes, selos e jóias durante o ano. Entre os artigos de luxo colecionáveis, itens como obras de arte igualaram a marca dos vinhos e apenas moedas e uísques a superaram, com aumentos de 12% e 40% respectivamente.

Nick Martin, da Wine Owners, a plataforma de negociação de vinhos que forneceu os dados do índice, afirmou: “Quando pensamos que os limites estavam sendo testados, 2018 viu uma rápida escalada de preços para a Borgonha, notadamente os principais Grands Crus, elevando nosso índice de Borgonha em 33%”.

Ele também destacou o desempenho dos vinhos da Califórnia (que aumentou 17,5% no ano) e um ressurgimento de “Riojas subvalorizados e acessíveis”, como os de Tondonia e CVNE.

No longo prazo, o índice de vinhos Knight Frank subiu 147% nos últimos 10 anos, ficando em sexto no ranking atrás do uísque (582%), moedas, arte, carros e selos.

Fonte: https://revistaadega.uol.com.br/artigo/investimento-em-vinho-supera-relogios-carros-e-joias-em-2018_11707.html