Um projeto para instalar turbinas eólicas em vinhedos de Chablis “estragará completamente” a paisagem, de acordo com um dos viticultores mais emblemáticos da região, Jean-Marc Brocard.

Ele acredita que as turbinas, planejadas para ficarem na vila de Préhy, a 6 km de Chablis, poderiam colocar em risco a economia de toda a região, que atualmente está vendo um aumento no turismo.

“Essas turbinas eólicas estragarão completamente o campo… O tamanho monstruoso dessas máquinas irá desfigurar tudo. Uma série de máquinas colossais, visíveis de todos os diferentes locais que compõem nossa herança cultural, exige oposição radical à sua escala gigantesca e à sua incongruência. Deve o panorama magnífico dos vinhedos Grand Cru ser reduzido à visão de turbinas eólicas circundando as colinas com mastros que sobem a 150 metros?”, questionou.

Nós aqui, acreditamos que a pergunta é válida, mas em tempos em que a energia alternativa é tão necessária e o aquecimento global é uma ameaça cada vez mais concreta no mundo do vinho, talvez valha a pena o Monsieur Brocard repensar sua preocupação com o visual do seu vinhedo.

Fonte: https://revistaadega.uol.com.br/artigo/produtor-de-chablis-protesta-contra-instalacao-de-turbinas-eolicas-em-vinhedos_11706.html