Dentre tantas castas portuguesas da gema, justo uma Cabernet no Dão? Vem ver mais esta com a gente.

Existem 3 elementos principais na hora de se produzir um bom vinho:

  1. O terroir, o terreno onde a uva vai se desenvolver. Ele engloba o clima em geral, a temperatura, a humidade, o nível de insolação e o tipo de solo.
  2. O homem e o processo que ele vai utilizar para produzir seu vinho. Sua origem, a tradição de sua região como por exemplo a pisa a pé ou os vinhos de talha.
  3. A casta, a uva que se escolhe, com maior ou menor potência, resistência ou rendimento. Ela será sem dúvida a estrela do produto final.

Quando se fala de vinhos do Dão, eu sou fã número 1 da tradicional colheita manual, da pisa a pé e da elegância dos vinhos oriundos do solo granítico e das vinhas cercadas de pinheirais. E obviamente sou uma ferrenha defensora das 250 castas autóctones de Portugal. Aliás Portugal é o país que possui o maior número de castas autóctones sendo cultivadas no mundo. A Itália também tem muitas castas locais, mas usa comercialmente apenas uma dúzia delas. Porém, no último dia oficial das vindimas do Dão, acabamos vindima um lote inteiro de …. Cabernet Sauvignon. Sim senhor, a uva tinta mais facilmente encontrada no mundo inteiro.

IMG_8124

Mas como? Porque? Na verdade a explicação é muito simples. Natural como a maioria dos vinhos que têm sua origem arraigada na cultura e na história de um povo. O terreno que fomos vindimar pertenceu em algum momento a um representante do corpo diplomático português na França. Este senhor, encantado pelas castas do país decidiu trazer sua rainha para o cume lusitano. Deu nisto. Cabernet no pé da Serra da Estrela.

IMG_8126

A produção é artesanal, para poucos mesmo. Se eu troco por uma Touriga Nacional? Sim, por algumas. Por Jaen? Acho que não.  Mas essa é a riqueza do vinho, veja o vídeo, você vai viajar com a gente também.

Vindima de Cabernet no Dão

Um comentário sobre “Dentre tantas castas portuguesas da gema, justo uma Cabernet no Dão? Vem ver mais esta com a gente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s