Da incrível série: se é caro contratar um profissional, experimenta só um amador….

Entender sobre vinhos o suficiente para sair por aí falando sobre assunto exige o que qualquer outra matéria exige: muito estudo. Conhecimentos sobre história, geografia, economia, treinamento do paladar (sim, isto pouca gente nasce sabendo) e obviamente degustação.

Tudo muito caro. É viagem, livro e produto ou visitas. Tudo visando falar com propriedade do assunto e transmitir conhecimento correto.

Ultimamente vejo cada vez mais gente disposta a comentar sobre o assunto. Pelo lado positivo, mostra o interesse e a popularização da bebida que tinha tudo para ser mais comum no Brasil devido às heranças portuguesa, italiana e espanhola. Pelo lado negativo: a realidade não é assim. E sendo o vinho um bebida ainda a ser descoberta pela maioria das pessoas, alguns falam bobagem. Outros falam muita bobagem. Acabo de ser convidada pelo Facebook (mal de todos os males…) a participar de um quiz proposto por uma empresa catarinense que não só tem erros de português graves, (galera, “janta” não existe. Usem mais o dicionário.) como fala de vinho de maneira tola e superficial. Por exemplo: “Você é um vinho encorpado ou sem graça?” provavelmente uma das frases mais estúpidas que vi utilizadas por gente “da área” nos últimos tempos. E olha que não foram poucas. Alguns dos grandes Pinot Noirs da Borgonha, rainha do Velho Mundo, e do Oregon, estrela do Novo Mundo, não são encorpados e são vinhos absolutamente fantásticos.

Lamentável.

Por isso, para os profissionais eu peço que não dêem apoio a estas pessoas que provavelmente usam o vinho como ferramenta de status e não com o verdadeiro interesse de promover a bebida. A qualidade do trabalho não tem profundidade e provavelmente, mesmo neste país, não terá longevidade.

Se você é só consumidor, lhe peço encarecidamente que se informe sobre a qualidade da sua fonte de informação. Não vá atrás de quem promete que o vinho emagrece, cura câncer, evita ataque cardíaco, aumenta inteligência e outras cositas más…. Isso é papo de curandeiro.

Saúde!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s