Um gole de vinho, uma pitada de marketing e um conto sobre concorrência brutal.

Ontem foi dia de treinamento  com a equipe interna na Smartbuy Wines e enquanto tínhamos o prazer de revisar muitos fatos interessantes sobre os vinhos da Califórnia, aproveitamos para conversar sobre negócios também.

O que trouxe esta discussão à tona foi a apresentação do Julgamento de Paris. Você já ouviu falar deste acontecimento do mundo do vinho que virou até filme?

Viu o filme? Leu o livro? Ops, não... Tomou  o vinho?
Viu o filme? Leu o livro? Ops, não… Tomou o vinho?

Pois bem, resumindo a história: um importante negociante de vinhos franceses na Inglaterra viajou à Califórnia nos anos 70 para conhecer os vinhos sobre os quais apenas ouvira falar. Naquela época a Califórnia era muito famosa pelos hippies e pelos festivais de música. Nada a ver com o próspero estado americano de hoje e as áreas vinícolas mega desenvolvidas, podadas e decoradas à perfeição, cravejada de gastronomia de primeira linha que cai bem com vinhos super bem feitos para a alegria dos mais de 15 milhões de visitantes anuais da região. A coisa era mais, digamos, rústica.  Mas nada disto deteve este senhor, de nome Steve Spurrier. Após provar muito exemplares ele decidiu que alguns deles eram realmente bons. Pegou umas garrafinhas, colocou na bolsa e levou à Paris.

Paisagem meticulosamente esculpida.
Paisagem meticulosamente esculpida.

Em Paris, estava rolando um encontro de uma galera do mundo do vinho que ele conhecia muito bem. Galera da pesada, críticos renomados e membros importantes da cena vinícola francesa, ou seja, do mundo. Eles haviam se reunido para escolher os melhores vinhos franceses, ou em sua visão, os melhores vinhos do mundo. Bom, o Steve que estava a fim de causar, colocou as garrafinhas trazidas da Califórnia no meio dos vinhos franceses para que elas participassem desta degustação. Às cegas, notem bem, às cegas.

Vinho vai, vinho vem, o vinho branco escolhido como melhor da degustação foi um Chardonnay. Da Califórnia. O emblemático Chateau Montelena. O Steve não acreditou. Os americanos não acreditaram. Os franceses passaram anos sem acreditar.  Uma década mais precisamente, quando a Califórnia foi chamada a outro desafio. E ganhou novamente. Desta vez com um Cabernet Sauvignon da Clos du Val.

Ninguém mais, ninguém menos.....
Ninguém mais, ninguém menos…..

Simplesmente os melhores vinhos do mundo passaram a ser os até então obscuros californianos. Não os re+conhecidos (mundialmente) franceses.

Nesta época (1986) a França detinha cerca de 30% do mercado mundial de vinho, mas mesmo com claros sinais de que tinha gente nova no pedaço que estava produzindo com muita competência mas que encarava o mercado, ou mais especificamente o consumidor de vinhos de maneira diferente, o líder de mercado resolveu apostar em sua eterna superioridade e ignorou qualquer oportunidade de mudança. O resultado é uma conta simples: nas próximas 2 décadas a França perderia metade das suas vendas mundiais de vinho. Isso mesmo. Em 2006 a participação francesa no mercado mundial de vinhos era de somente 15%. E permanece estagnada desde então.

A Primitivo da Itália é a Zinfandel nos EUA. Mais corpo? Menos corpo? Escolha a sua versão.
A Primitivo da Itália é a Zinfandel nos EUA. Mais corpo? Menos corpo? Escolha a sua versão.

Alguns países do Velho Mundo se sobressaíram durante este período. Mas quem cresceu mesmo, ganhando e abrindo mercados internos e internacionais foram americanos, sul- americanos e australianos. Os bons representantes do Novo Mundo do vinho com suas regras simples, seus rótulos limpos e sua escolha de 1 casta para propiciar melhor entendimento àquele que havia sido confundido durante tanto tempo pela complexidade dos vinhos mais famosos do mundo – o consumidor.

Os famosos "Cabs" californianos.
Os famosos “Cabs” californianos.

É nesta época de turbulência que nós da Eu levo Vinho convidamos você a refletir também sobre a maneira como você está administrando seu negócio. Esperamos que não seja com esta saída à francesa, certo?

Quer saber mais sobre vinhos da Califórnia agora mesmo? Tem curso dia 28 lá na Smartbuy Wines. Quer conhecer de perto estas preciosidades que mudaram a história do vinho? Vem com a gente em junho para a Califórnia.  Precisa fortalecer seu plano de negócios? Entra em contato com a gente.

Gastronomia de classe internacional? Tem!
Gastronomia de classe internacional? Tem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s