Você conhece vinho verde? / Do you know “vinho verde”?

Acha que vinho é tinto? Talvez branco? Puxou no fundo da memória um rosé? Mas saiba que existe vinho verde e é um vinho que tem muito a dizer.
???????????????????????????????
Ao contrário do que muita gente pensa, o vinho verde não é feito de uvas verdes, principalmente porque vinho (suco de uva alcoólico) é o resultado da fermentação de leveduras (normalmente da própria fruta, localizadas na casca dela) com o açúcar também da própria fruta. E a uva, como qualquer fruta, só contém açúcar quando está madura.
Agora que você já sabe o que o vinho verde não é, vamos saber suas principais características.
2
Rótulo de vinho verde, apenas especificando o produtor.
A casa dele é o noroeste de Portugal. É uma região basicamente demarcada pelos rios Minho ao norte (divisa com a Espanha) e um pouco além do Douro ao sul. E que recebe grande influência do Oceano Atlântico ao oeste. Finalmente a leste estão diversas serras, o que dá à região uma aparência de anfiteatro, se você a imaginar da costa para o interior, vista de cima. Uma área, portanto, muito húmida, cercada de água por quase todos os lados. O nome vinho verde vem da paisagem característica desta região: extensas planícies verdejantes com algum relevo diferente ocasional.
3 4

O rio Minho, na fronteira da Espanha com Portugal e a sua paisagem verde exuberante.
Tanto verde acaba por originar muita matéria em decomposição na terra, o que aliado a um solo de granito com um PH baixo por sua vez origina terrenos com caraterísticas muito especiais.
5 6
O solo granítico que aliado ao clima origina um terreno com características muito particulares.
Mas se fosse só isso, seria o vinho branco do norte de Portugal, certo? O que caracteriza o vinho verde, além de ser elaborado nesta região específica de Portugal, com as mencionadas características especiais, é a leveza, o frescor e o menor teor alcoólico. Atenção pessoal da dieta, menos álcool significa menos calorias. Então vale a pena conhecê-lo melhor, por que além de tudo, os vinhos verdes são aromáticos e gastronômicos, reunindo qualidades perfeitas para a nossa culinária e clima.
Detalhe importante: este vinho único no mundo apresenta exemplares brancos (o mais comum por aqui), rosés, tintos e espumantes.
7 ???????????????????????????????
Exemplo de vinho verde rosé e de vinho verde espumante.
Esta região, acredita-se, foi originalmente ocupada pelos celtas. Fãs de cidra e cerveja, os celtas estavam acostumados com bebidas mais leves e de menor teor alcoólico que os vinhos em geral. Durante a ocupação romana e a introdução da cultura da vinha pelos mesmos, esse estilo de vinho, de maior afinidade com a cerveja, se popularizou. Não se parece com o gosto do brasileiro?
Mas não só com o gosto dos brasileiros. Estes vinhos são os mais exportados de Portugal logo depois do emblemático vinho do Porto. Os países que mais importam vinho verde de Portugal são Estados Unidos, Alemanha e França. Imagine, o país símbolo do vinho, é fã de vinho verde!
9 ???????????????????????????????
Lindas paisagens verdejantes do noroeste de Portugal.
A uva estrela desta região é a Alvarinho. Originária da Espanha (Albariño), esta casta encontrou nesta região, especificamente na sub-região de Monção e Melaço, as melhores condições para potencializar o que tem de melhor.
Outras castas são a Trajadura, Loureiro e a Arinto, também conhecida como Pedernã.
A casta Alvarinho tem muito aroma e sabor de fruta (pêssego, laranja, maçã verde) e de flor (acácias, flor de laranjeira).
11 12 13
Cacho de Alvarinho com sua característica “orelinha”.
As uvas Loureiro agregam aromas e sabores similares ao da Alvarinho e um toque herbáceo, de louro.
A Trajadura possui aromas delicados de frutas (maçãs, pêssegos e peras).
A casta Arinto, além de um fundo cítrico, agrega principalmente o maravilhoso frescor que caracteriza o vinho verde e o faz delicioso para acompanhar, mariscos, peixes e carnes brancas.
Normalmente são consumidos jovens (no máximo com 2 ou 3 anos) e entre 8º e 12ºC. Evite servir com molhos cítricos, a base de iogurte ou muito apimentados.
???????????????????????????????
O serviço do vinho verde utiliza a mesma taça de vinho branco.
Voltando à culinária brasileira, vinho verde combina bem com:
Norte: costela de tambaqui grelhada.
Nordeste: torta e bobó de camarão, casquinha de siri e acarajé. Só evite se o prato for muito picante.
Centro-oeste: sopa paraguaia (bolo típico, feito com queijo minas) e empadão goiano.
Sudeste: lombo assado, cuscuz paulista e leitão à pururuca.
Sul: tainha na telha e galeto grelhado.
??????????????????????????????? ???????????????????????????????
A versatilidade do vinho verde permite combinações com peixe ou carne.
Combina perfeitamente bem com outros pratos como sushi ou sashimi, filé de peixe com molho camarão ou alcaparras, carne seca com purê de abóbora e bisteca de porco.
E é ideal para comida de boteco: bolinho de mandioca, frango a passarinho, coxinha e o meu predileto, pastel de palmito.
Eu sei que estamos acostumados com o Cabernet chileno e o Malbec Argentino, mas com a chegada da primavera, lhes convido a se aventuraram pelo mundo dos vinhos brancos em geral e pelos caminhos florais do vinho verde, em especial. Especialíssimo. E variedade é o que não falta.
17
Agradecimento: Eng. Enólogo José Domingues.
Não gosto de dizer quais sensações, aromas e sabores que você vai encontrar no vinho porque essa é uma experiência pessoal, para mim é como contar fim de filme. Deixo uma listinha de 12 preferidos.
IMG_1865
Até R$ 50
1) Casal Garcia (Trajadura, Loureiro, Pedernã e Azal) 2011 no site da Wine a R$ 30
2*) Tapada dos Monges (corte de Arinto, Trajadura e Padernã) 2012 a R$ 37 no Makro
3) Varanda do Conde (Alvarinho e Trajadura) a R$ 42 no Pão de Açucar Delivery.
IMG_1868
4) Muralhas de Monção (Alvarinho e Trajadura) 2012 a R$ 47 no site da Wine.
IMG_0500
Até R$ 100
5) Quinta da Aveleda (Trajadura) a R$ 54 no site da Americanas.
6*) Quinta da Gomariz Grande Escolha (Loureiro) 2012. Encontrei o 2011 a R$ 80 no site da importadora, a Decanter.
7) Deu la Deu (Alvarinho) 2011 a R$ 91 no site da wine.
8*) Portal do Fidalgo (Alvarinho) a R$ 95 no site da Bebida on Line.
???????????????????????????????
9*) Muros Antigos (Alvarinho) 2012 a R$ 100 no site da importadora, a Decanter.
Mais de R$ 100
10*) Soalheiro (Alvarinho) 2012 indisponível no site da importadora, a Mistral, mas encontrei no site do Varanda a R$ 115.
IMG_1801
11*) Muros de Melgaço (Alvarinho) 2011 a R$ 160 no site da importadora, a Decanter.
12*) Covela (Avesso) Escolha 2012 não tem o preço no site da importadora Magnun, mas no site da Boutique do Vinho vi a R$ 165.
Nota: os preços (de 2013) são uma referência para ajudar na hora da escolha e de total responsabilidade dos vendedores.
* Vinhos da lista dos 50 grandes vinhos de Portugal no Brasil

________________________________________________________________________________
Do you think all wine is red? Maybe some are white? Do you recall perhaps a rosé ? But we would like to tell you that there is vinho verde (green wine) and it is has a lot to say.
???????????????????????????????
Contrary to popular belief, “vinho verde” is not made from green grapes, mainly because wine (alcoholic grape juice) is the result of fermentation of yeasts (usually of the fruit itself, located in the bark) with the sugar also in from fruit. And the grape, like any fruit, only contains sugar when it is ripe.
Now that you already know what “vinho verde” is not, let’s know its main features.

2
“Vinho verde” label, only specifying the producer.

It is typical from the northwest of Portugal. It is a region basically demarcated by the rivers Minho to the north (border with Spain) and a little beyond the Douro to the south. It receives a big influence from the Atlantic Ocean to the west. Finally to the east, there are several mountain, which gives the region an amphitheater appearance, if you imagine it from the coast to the interior, seen from above. An area, therefore, very humid, surrounded by water on almost all sides. The name “vinho verde” comes from the characteristic landscape of this region: extensive green plains.

The river Minho, on the border of Spain with Portugal and its lush green landscape.

So much green originates a lot of decomposing matter in the earth, which allied to a soil of granite with a low PH in its turn originates lands with very special characteristics.

The granite soil that allied with the climate originates a land with very particular characteristics.

But if that was all that, this would be white wine from the north of Portugal, right? What characterizes “vinho verde”, besides being elaborated in this specific region of Portugal, with the mentioned special characteristics, is the lightness, the freshness and the lower alcoholic content. So here we have the first interesting tip: less alcohol means less calories. Then it is worth to know it better, because after all, “vinho verde” is aromatic and gastronomic, bringing together perfect qualities for pairing.
Important detail: this unique wine in the world presents white specimens (the most common here), rosés, reds and also sparkling wines which are difficult to find outside Minho region in Portugal.

Example of rosé green wine and sparkling green wine.

This region was originally occupied by the Celts. Fans of cider and beer, the Celts were accustomed to lighter and less alcoholic beverages than wines in general. During Roman occupation and the introduction of the culture of the vineyard by them, this style of wine, more similar to beer became popular.
These wines are the most exported from Portugal just after the emblematic Port wine. The countries that most import “vinho verde” from Portugal are the United States, Germany and France. Who would guess it, the country that is the symbol of wine is a fan of “vinho verde”!

Beautiful green landscapes of northwest Portugal.

The star grape of this region is “Alvarinho”. Originally from Spain (Albariño), the variety found in this region, specifically in the sub-region of Monção and Melaço, found the best conditions to enhance their best qualities. Other varieties are Trajadura, Loureiro and Arinto, also known as Pedernã. The Alvarinho variety has awesome aroma and flavor of fruit (peach, orange, green apple) and flower (acacia, orange blossom).

Cacho de Alvarinho and its characteristic “ear”.

Loureiro grapes add aromas and flavors similar to that of Alvarinho and an herbaceous touch, of laurel. Trajadura has delicate aromas of fruits (apples, peaches and pears).
Arinto grape variety, besides a citric note, adds the wonderful freshness that characterizes “vinho verde” and makes it delicious to pair with seafood, fish and white meats.

It is meant to be drank usually young (maximum 2 or 3 years) and between 8º and 12ºC. Best to avoid serving with citrus, yogurt or very spicy sauces.
???????????????????????????????
The service of “vinho verde” uses the same glass of white wine.

It pairs well with:
hard cheese, cod, fish & chips, shrimp, crab, pork, chicken, sushi or sashimi.
??????????????????????????????????????????????????????????????

Um comentário sobre “Você conhece vinho verde? / Do you know “vinho verde”?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s